Cientistas buscam explicações para redução de estrela gigante

Redação Central, 9 jun (EFE).- A estrela supergigante vermelha Betelgeuse, uma das brilhantes do céu, diminuiu nos últimos 15 anos, sem que os cientistas saibam o porquê, segundo pesquisadores da universidade americana de Berkeley.

EFE |

O acompanhamento realizado na estrela durante 15 anos com o interferômetro espacial infravermelho (ISI) que a universidade tem sobre o monte Wilson, no sul da Califórnia, indica que Betelgeuse, que é tão grande que no sistema solar se estenderia até a órbita de Júpiter, sofreu uma redução de 15% em seu diâmetro desde 1993.

"Observar esta mudança é espantoso", afirmou o professor emérito de física Charles Townes, de Berkeley, que, junto com seu colega Edward Wishnow, publica a descoberta no último número da "The Astrophysical Journal Letters".

Os resultados do estudo serão debatidos hoje na reunião da Sociedade Astronômica Americana em Pasadena, Califórnia.

"Não sabemos por que a estrela encolhe", explicou o professor, que afirmou que, apesar disso, a luminosidade de Betelgeuse não diminuiu de forma significativa.

Os astrofísicos disseram que Betelgeuse se transformará em uma supernova de tipo II e explodirá no final de sua vida. EFE ik/db

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG