Cientistas anunciam criação de sangue humano a partir de células-tronco

Washington, 20 ago (EFE).- Cientistas americanos conseguiram criar glóbulos vermelhos a partir de células de embriões humanos em quantidade suficiente para produzir sangue, o que pode vir a ser uma solução para a falta de bolsas para transfusões.

EFE |

A pesquisa que possibilitou o avanço, publicada na edição eletrônica do periódico "Blood", foi realizada por cientistas da empresa Advanced Cell Technology (ACT), de Worcester (Massachusetts), com a colaboração de especialistas da Universidade de Illinois (Chicago) e da Clínica Mayo, de Rochester (Minnesota).

"As limitações na disponibilidade de sangue podem ter conseqüências potencialmente fatais para os pacientes com perda maciça" dele, disse Robert Lanza, chefe do departamento científico da ACT e diretor do estudo.

Segundo Lanza, "as células-tronco embrionárias representam uma nova fonte de células que podem se multiplicar e se expandir até o infinito, proporcionando uma fonte potencialmente inesgotável de glóbulos vermelhos em tratamento humano".

No momento, explicou o cientista, "podemos gerar de 10 a 100 milhões de glóbulos vermelhos a partir de cada mostra de células-tronco analisada".

O objetivo da empresa que promoveu a pesquisa é criar um banco de células-tronco embrionárias correspondentes aos diferentes tipos de sangue (A, B, O e AB), além das versões positiva e negativa de cada um deles. EFE elv/sc

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG