Cientistas afirmam que infecções na gengiva podem gerar problemas cardíacos

Londres, 11 set (EFE).- As bactérias que causam infecções nas gengivas são fatores de risco para doenças cardíacas, pois interagem com as plaquetas do fluxo sanguíneo e podem contribuir para a formação de coágulos.

EFE |

Esta afirmação é de cientistas da Universidade de Bristol (Reino Unido) liderados por Howard Jenkinson, que apresentam as conclusões de seu estudo hoje na sociedade de Microbiologia Geral, no Trinity College, em Dublin, e que foi publicada pelo jornal britânico "Daily Mail".

Até agora se sabia que a falta de saúde da boca aumentava as probabilidades de ataque do coração ou de uma apoplexia, mas não se podia explicar a razão desta relação.

Em uma boca suja pode haver até 700 diferentes bactérias que, se entrarem na corrente sangüínea, podem provocar problemas cardíacos, independentemente de o indivíduo estar saudável, em boa forma física e no peso ideal.

Os cientistas descobriram que o principal do processo é que as bactérias procedentes da cavidade bucal e que chegam ao sangue provocam um agrupamento das plaquetas, que serve às vezes como escudo diante do sistema imunológico e de antibióticos.

Os cientistas consideram que as bactérias procedentes das gengivas infectadas aceleram o bloqueio das artérias.

Sua hipótese é que, ao entrarem na corrente sangüínea, estas bactérias inflamem e estreitem as paredes arteriais, embora outra possibilidade seja a de estes organismos se juntaram aos depósitos gordurosos presentes nas artérias, o que facilitaria a formação de coágulos. EFE vmg/fh/fal

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG