O cientista nuclear iraniano Massud Ali Mohammadi, morto nesta terça-feira num atentado em Teerã, estava em uma lista de pessoas contra quem haviam sido decididas sanções internacionais, segundo um comunicado da milícia islâmica bassidj da Universidade de Teerã, citado pela agência Isna.

"O doutor Massud Ali Mohammadi, cujo nome estava na lista de pessoas afetadas por sanções das instâncias internacionais, era um dos profesores eminentes da faculdade de física da Universidade de Teerã", diz o texto da milícia estudantil.

"Este cientista prestou serviços importantes ao país, contribuindo para o progresso nuclear e a formação dos estudantes", acrescenta o comunicado, sem especificar em que lista aparecia o nome de Mohammadi.

Existem várias listas de pessoas envolvidas nos programas nuclear e balístico do Irã. Além das Nações Unidas, os Estados Unidos, a União Europeia e até alguns países da UE têm suas próprias listas.

sgh/yw

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.