Cientista espera iniciar testes para vacina contra gripe em poucas semanas

Washington, 7 mai (EFE).- Suresh Mittal, um cientista da Universidade de Purdue (Indiana, EUA) que trabalha no desenvolvimento de uma vacina contra a gripe suína, espera que em dois ou três semanas possam ser iniciados os testes clínicos com ratos de laboratório.

EFE |

Apesar do nome, a gripe suína não apresenta risco de infecção por ingestão de carne de porco e derivados.

"Gostaríamos de ter uma vacina em dois ou três semanas para começar a testá-la em ratos. Estamos tentando usar um enfoque similar com o vírus AH1N1 de 2009 que aquele empregado com o vírus H5N1 da gripe aviária", disse Mittal em comunicado.

O cientista acredita que, usando um método que desenvolveu quando se propagou o vírus H5N1, poderá elaborar uma vacina que sirva para a gripe suína e seus variantes.

Mittal recebeu esta semana amostras genéticas do vírus AH1N1 e, junto com cientistas do Centro para o Centro de Controle e Prevenção de Doenças (CDC, na sigla em inglês), espera ter uma vacina contra a gripe suína pronta em um prazo de meses.

O cientista americano e os especialistas do CDC usaram em 2006 um adenovírus, um vírus de um resfriado comum, como base para transportar um gene do H5N1.

"Dado que esse adenovírus não se reproduz e não parece causar doenças em humanos, isso o transforma em um vírus adequado com o qual trabalhar para (desenvolver) vacinas contra a influenza", afirmou Mittal.

O cientista acredita que a vacina contra o vírus AH1N1 que usa o adenovírus como base poderia estar pronta em poucos meses. EFE cae/ma

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG