Publicidade
Publicidade - Super banner
Mundo
enhanced by Google
 

CIDH celebra libertação de 15 reféns na Colômbia

Washington, 3 jul (EFE).- A Comissão Interamericana de Direitos Humanos (CIDH) aplaudiu hoje a operação militar colombiana que concluiu na quarta-feira com a libertação de 15 reféns das Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc), entre eles a ex-candidata presidencial Ingrid Betancourt e três americanos.

EFE |

Em comunicado, a CIDH pediu que a guerrilha das Farc liberte todos os seus reféns "de maneira incondicional e imediata".

"A Comissão Interamericana expressa sua satisfação com o bem-sucedido resgate, e destaca que a operação do Estado tentou minimizar os riscos para a vida e a integridade física das pessoas seqüestradas", ressaltou a CIDH.

Além disso, manifestou sua "alegria pelo reencontro das pessoas resgatadas com seus familiares, após terem permanecido seqüestradas por vários anos".

A CIDH, que é ligada à Organização dos Estados Americanos (OEA), disse ainda que os grupos armados que mantêm em cativeiro centenas de pessoas na Colômbia têm de "respeitar suas vidas, sua segurança e saúde, e libertá-los de maneira incondicional e imediata". EFE ojl/mh

Leia tudo sobre: iG

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG