Cidade sonhada por Neruda pode se concretizar graças a doação

Santiago do Chile, 25 dez (EFE).- Cantalao, mítico nome de um povoado sonhado por Pablo Neruda para acolher poetas e artistas emergentes, nas proximidades da localidade de Isla Negra, poderia agora se concretizar graças à doação de 200 milhões de pesos (US$ 317 mil dólares) do empresário de mineração Leonardo Farkas.

EFE |

O dinheiro será utilizado na construção do memorial Pablo Neruda, em Isla Negra, balneário chileno onde o poeta tem uma de suas mais belas casas-museus.

Com os recursos apresentados pelo filantropo, empresário e ex-candidato presidencial Farkas, se materializará a construção do memorial, cujo projeto foi exibido à presidente Michelle Bachelet em outubro último.

O nome Cantalao foi tirado por Neruda do povoado onde transcorre a trama da única novela que escreveu, "O habitante e Sua Esperança".

O projeto de Cantalao nasceu e tomou forma em 1971, quando Neruda obteve o Prêmio Nobel de Literatura: um povoado com pequenas ruas e casas destinadas a poetas e artistas com talento, mas sem recursos para concretizar suas obras ou com vontade de viver em solidão, em meio a uma paisagem maravilhosa para obter inspiração.

Neruda escolheu o local. Um campo ermo perto de Isla Negra, em frente ao oceano Pacífico, com uma caverna que responde talvez à imaginação do poeta, que acreditava que nela havia tesouros escondidos por piratas.

Cantalao, em suas origens, contou com o apoio entusiasta do Governo chileno da época, presidido por Salvador Allende. Na ocasião, Neruda foi embaixador de seu país na França, e outros artistas ocupavam cargos que lhes permitiram iniciar as obras, até que o golpe militar de 1973 frustrou a iniciativa.

A morte de Neruda, poucos dias depois do golpe militar, tinha terminado por jogá-la no esquecimento.

A esperança reapareceu em 1991, quando o tema central da Bienal de Arquitetura chilena foi precisamente Cantalao. Os ganhadores, Hugo Molina e Gloria Barros, desenharam um povoado com florestas e uma trincheira muito especial, cujo trajeto forma o termo "palavra".

EFE mc/fr

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG