Cidade na Sicília oferece casas por um euro

Uma pequena cidade no oeste da Sicília achou uma solução revolucionária para resolver seus problemas de habitação. Salemi, que fica entre dois rios, está oferecendo casas por apenas um euro (o equivalente a R$ 2,40).

BBC Brasil |

A maior parte delas foi danificada por um terremoto há 40 anos e, desde então, boa parte da população deixou a cidade.

A idéia é do prefeito Vittorio Sgarbi. Ele acredita que esta é a única forma de revitalizar o centro histórico da cidade.

"Há 3,7 mil casas de propriedade do conselho (municipal), quase todas estão na parte velha (da cidade), e têm risco de desabar", explicou Sgarbi.

As casas são extraordinariamente baratas, mas quem decidir comprar uma será obrigado a reformar sem alterar o estilo original do imóvel, num prazo de dois anos, a um custo elevado.

Interesse
Inicialmente Sgarbi havia oferecido as casas de graça a moradores de Salemi que concordassem em reformá-las.

E para promover sua causa, ele deu a primeira moradia ao presidente do clube de futebol Inter de Milão, Massimo Moratti.

"Nós estamos pensando em pessoas que têm sensibilidade e recursos econômicos para embarcar nesta aventura", disse Sgarbi.

O prefeito já foi crítico de arte e no passado já se definiu como um anarquista. Ele já ocupou um cargo elevado no Ministério da Cultura em uma administração anterior do atual premiê Silvio Berlusconi.

Entre os pretendentes a casas em Salemi estaria o ex-integrante da banda Genesis, Peter Gabriel.

Sgarbi se disse bastante satisfeito com o interesse que a sua proposta vem despertando. Segundo ele, há várias pessoas programando visitas à cidade.

    Leia tudo sobre: habitação

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG