Cidade do México tem 5º dia seguido sem mortes pela gripe

México, 5 mai (EFE).- A capital mexicana chegou a seu quinto dia consecutivo sem registrar mortes pela gripe suína, causada pelo vírus AH1N1, informou hoje o secretário de Saúde da Cidade do México, Armando Ahued.

EFE |

Até o momento, há 68 pessoas hospitalizadas na capital, depois que nas últimas 24 horas houvesse oito novos casos e 16 altas, indicou o secretário de Saúde.

Na segunda-feira, o prefeito Marcelo Ebrard instalou um comitê científico para acompanhar a doença, que até o momento deixou 26 mortos no México e outras 766 pessoas infectadas.

Hoje está prevista a criação de um conselho para a reativação econômica (CRE) na capital do país, que buscará tomar medidas em um cenário econômico "excepcionalmente adverso" propício em parte pelo novo vírus gripal.

Ebrard reconhece que por enquanto já existe um impacto da gripe em setores como o turístico e que é necessário defender a imagem da cidade.

O desafio deste conselho será conseguir a reativação econômica do Distrito Federal, um dos pólos econômicos do país, dentro do menor prazo possível.

Além disso, o prefeito pediu às autoridades federais mexicanas que façam "um esforço em nível nacional" para recuperar a economia do país, incluindo a capital.

O prefeito anunciou que a partir de amanhã começará "um gradual retorno a atividades com muita precaução" nas escolas do Distrito Federal, assim como em restaurantes e outros centros de trabalho.

Para Ebrard, nessa fase de "gradual retorno" às atividades normais é preciso ter claro "que o vírus chegou para ficar" e que não se deve permitir que cause problemas. EFE act/rr

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG