A cidade portuária de Talcahuano, no sul do Chile, enfrenta uma onda de violência após o terremoto do último sábado e o tsunami que veio a seguir. Uma onda de mais de dez metros de altura, segundo especialistas, varreu a costa chilena e paralisou a cidade, um dos principais portos do país.

Com a falta de recursos, a violência aumentou e saques passaram a ser comuns em Talcahuano.

Reforços policiais, prometidos pelas autoridades, estão sendo enviados à cidade.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.