Uma pequena cidade no oeste da Ucrânia se tornou famosa no país por um fenômeno inusitado: a quantidade de gêmeos em sua população. A peculiaridade de Velikaya Kopanya, a 700 km de Kiev, é mais evidente na única escola local, onde estudam nada menos que 12 pares de gêmeos.

Na cidade toda, eles são 58 pares de gêmeos em uma população de 4 mil habitantes.

Mas, como os mais velhos em geral deixam a cidade em busca de trabalho, o fenômeno é mais óbvio entre as crianças.

'Água'
Misha e Vanya Fogorosh têm 10 anos. Loiros, idênticos e vestidos com roupas iguais, eles dizem que nem seu pai é capaz de distingui-los.

"Algumas vezes, quando Vanya não faz a lição de casa, eu finjo ser ele e consigo boas notas para ele", diz Misha.

"Mas nós também brigamos, às vezes. E eu não gosto de ter que vestir a mesma roupa o tempo todo."
Em uma típica casa ucraniana não muito longe da escola vive Maria Chorba, de 75 anos.

Ela e sua irmã Anna, falecida há três anos, eram as gêmeas mais velhas de Velikaya Kopanya.

A própria Maria tem três pares de gêmeos entre seus netos, mas, segundo ela, a alta taxa de natalidade de gêmeos da cidade não é um fenômeno recente.

"Quando éramos crianças, tínhamos amigos que eram gêmeos também. Então não somos as primeiras por aqui", conta.

A crença de que "há algo na água" de Velikaya Kopanya já se espalhou pela Ucrânia.

O boato ainda aumentou depois que uma mulher de uma cidade a 150 km de distância, incapaz de ter filhos, vinha frequentemente beber água em Velikaya Kopanya, e engravidou alguns meses depois - de gêmeos.

Cientistas renomados até analisaram a água, mas disseram que sua única qualidade comprovada é ser muito limpa.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.