Cidade chinesa é posta em quarentena após morte de homem por peste pneumônica

Pequim, 2 ago (EFE).- Milhares de pessoas de uma cidade no noroeste da China foram postas em quarentena após a morte de um homem por peste pneumônica, informou hoje a agência oficial de notícias Xinhua.

EFE |

O homem, um pastor de 32 anos, morreu em Ziketan, localidade situada na província de Qinghai (noroeste), explicaram fontes do Birô de Saúde do local.

Onze pessoas, a maioria parentes do falecido, foram contagiadas e permanecem em quarentena em um hospital.

Além de Ziketan, o Governo local pôs em quarentena os arredores desta cidade e enviou uma equipe de especialistas à região.

As autoridades, que asseguram que a praga está controlada, pediram às pessoas que apresentem sintomas de febre ou gripe e que tenham estado em Ziketan depois do dia 16 de julho, que procurem um hospital.

O peste pneumônica afeta diretamente os pulmões, é muito contagiosa, se desenvolve em 1 a 3 dias e é altamente mortal. EFE mmp/ma

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG