Cidade australiana é declarada em estado de emergência por inundações

13 mil pessoas foram obrigadas a deixar suas casas em todo o estado de Nova Gales do Sul

EFE |

As autoridades australianas declararam nesta terça-feira estado de emergência na cidade de Wagga Wagga, onde cerca de 9 mil pessoas foram retiradas diante da crescente do rio Murrumbidgee por conta das inundações que afetam o leste do país, informou a imprensa local.

Em Wagga Wagga, que fica 458 quilômetros ao sudoeste de Sydney, foi levantada uma barreira de 11 metros de altura para tentar conter o transbordamento do Murrumbidgee, mas os serviços de emergência não têm certeza se a estrutura irá suportar.

Se o dique ceder, os moradores não poderão retornar a suas casa em menos de três dias, indicou Barry O'Farrell, governante do estado de Nova Gales do Sul, onde fica a cidade. O nível do rio alcançou durante a madrugada 10,32 metros, e se prevê que nas próximas horas chegue a 10,90 metros, informou a agência local "AAP".

As últimas retiradas realizadas na noite de segunda-feira em Wagga Wagga elevaram a 13 mil o número das pessoas que foram obrigadas a deixar suas casas em todo o estado de Nova Gales do Sul. Além de Nova Gales do Sul, as inundações também atingem os estados de Queensland e Victoria.

Em Queensland, no nordeste australiano, os habitantes da cidade de Gympie aguardam a crescente do rio Mary, que já inundou alguns estabelecimentos comerciais há 11 dias. Algumas estradas na região foram fechadas e duas escolas estão sem aulas, informou a emissora local ABC.

No Estado de Victoria, no sudeste, os níveis das águas seguem aumentando na localidade de Nathalia, e os aldeões trabalham contra o relógio para levantar uma barreira de contenção temporária, segundo a ABC.

Desde o fim de semana passado, as inundações causaram a morte de duas pessoas, uma em Nova Gales do Sul e a outra em Queensland, onde no ano passado faleceram mais de 30 pessoas devido às enchentes.

EFE
Desde o fim de semana, inundações causaram duas mortes na Austrália

    Leia tudo sobre: AUSTRÁLIA INUNDAÇÕES

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG