Cidadãos fogem da violência no Líbano e lotam hotéis em Damasco

Milhares de residentes árabes e estrangeiros no Líbano, fugindo da onda de violência que assola desde quarta-feira o país, se refugiaram na Síria, cuja capital, Damasco, está com seus hotéis quase 100% lotados, indicaram neste sábado vários responsáveis do setor.

AFP |

"A situação no Líbano fez aumentar a ocupação hoteleira em quase 100%", afirmou um funcionário de um hotel da capital síria.

"São muitas as pessoas que vêm à Síria fugindo dos acontecimentos no Líbano", comentou uma funcionária do hotel Cham.

Milhares de pessoas de diversas nacionalidades, entre eles britânicos, americanos, alemães e muitos trabalhadores sírios no Líbano, se dirigiram à fronteira de Arida (norte) para sair do país, de acordo com jornalistas da AFP.

Vários países árabes, como Arábia Saudita, Kuwait e Emirados Árabes Unidos, tentaram evacuar seus cidadãos pela Síria.

O aeroporto internacional de Beirute está paralisado e o porto suspendeu suas atividades como conseqüência dos violentos confrontos que tomaram conta da capital desde quarta-feira.

rm/cl/dm

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG