Cidadãos de Basra votarão a partir de segunda em referendo sobre autonomia

Bagdá, 11 dez (EFE) - A Comissão Eleitoral Iraquiana começará a receber a partir de segunda-feira as assinaturas dos cidadãos da rica província petrolífera de Basra, para saber se são favoráveis à realização de um plebiscito sobre autonomia, de acordo com fontes oficiais.

EFE |

A Comissão Eleitoral de Basra informou que os colégios eleitorais estão abertos a partir de segunda-feira e durante um mês para os eleitores que quiserem apoiar o projeto de autonomia apresentado recentemente por um parlamentar.

O plano autônomo, proposto pelo deputado Wael Abdul Latif, precisa pelo menos do apoio de 10% do censo eleitoral para que seja submetido a um plebiscito na província.

O parlamentar explicou que a repartição de poderes sugerida por sua iniciativa não contradiz a constituição nem viola as leis do país.

Enquanto começam os preparativos para esta votação em Basra, foi lançada uma campanha de propaganda, que inclui a distribuição de folhetos e cartazes, e que estimulam os cidadãos a votar a favor de transformar a província em uma região autônoma parecida ao Curdistão iraquiano, no norte do país.

O Curdistão iraquiano, composto pelas províncias de Suleimaniya, Dahuk e Erbil, tem cinco milhões de habitantes e possui um alto nível de autonomia desde 1990.

No entanto, as aspirações de autonomia de Basra e do Curdistão entram em conflito com a visão do Executivo iraquiano, liderado pelo primeiro-ministro Nouri al-Malik, que insiste desde novembro em reformar a Constituição para dar mais poderes ao Governo central em detrimento das províncias e regiões. EFE am/db

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG