CICV: Vítimas de conflito entre Rússia e Geórgia terão problemas no inverno

Genebra, 6 nov (EFE).- As necessidades da população civil envolvida no conflito entre Rússia e Geórgia em agosto aumentarão com o inverno, principalmente nas áreas remotas, informou hoje o Comitê Internacional da Cruz Vermelha (CICV).

EFE |

"Apesar de o conflito ter começado em 8 de agosto e ter durado poucos dias, seu impacto será sentido durante alguns meses", declarou o subdiretor de operações da organização para a Rússia e o Cáucaso, Jerome Sorg.

Ele explicou que diante desta situação, o CICV está concentrando sua ajuda nos grupos mais vulneráveis, especialmente nos idosos que vivem em áreas rurais isoladas dos serviços e de outro tipo de assistência.

Com este objetivo mudou sua estratégia, que até agora privilegiava a presença de seus colaboradores na capital da Geórgia, Tbilisi, na cidade de Gori e em Tskhinvali, capital da região independentista da Ossétia do Sul, para aumentar seu trabalho em áreas remotas.

Ali os idosos já têm algumas dificuldades para conseguirem alimentos por causa do atraso das colheitas e dos problemas de transporte, "o que resultou no aumento dos preços nos mercados locais", uma situação que previsivelmente piorará quando o inverno chegar e tornar inacessíveis várias povoados.

O CICV também informou que cerca de 400 famílias com as quais está em contato continuam sem notícias de seus entes queridos desde o conflito, enquanto em 270 casos se conseguiu reunir a família. EFE is/fal

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG