CICV mantém operação no Sudão para socorrer 130 mil deslocados em Darfur

Genebra, 19 mai (EFE).- O Comitê Internacional da Cruz Vermelha (CICV) manterá até o final deste ano seu dispositivo de socorro em Darfur para poder ajudar 130 mil deslocados que moram no acampamento de Gereida.

EFE |

Segundo um comunicado distribuído hoje em Genebra, atualmente o CICV é a principal entidade humanitária em Darfur, pois a maior parte das ONGs foi embora do acampamento após um incidente de segurança registrado em 2006.

Só desde o final deste ano chegaram ao acampamento nove mil pessoas que escapavam da fome, dos combates e da falta de água potável.

O CICV fornece aos habitantes do acampamento mantimentos, materiais para a construção de refúgios, móveis e utensílios domésticos, além de água potável, instalações sanitárias, atendimento médico e nutricional.

Para financiar suas atividades no acampamento de Gereida, o CICV pediu aos doadores um valor suplementar de 20 milhões de francos suíços, com o qual o orçamento estimado para as atividades no Sudão em 2008 chega a 126 milhões de francos (77 milhões de euros).

O CICV conta com quase 320 colaboradores em Gereida, que trabalham em colaboração com os voluntários do Crescente Vermelho Sudanês.

O Sudão é atualmente a maior operação do CICV em todo o mundo.

EFE mh/fal

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG