CICV diz que palestinos sofrem com escassez de água

Amã, 13 jul(EFE).- Os beduínos e as comunidades de criadoras de gado da Cisjordânia sofrem com uma grave escassez de água devido aos seguidos anos de seca e às restrições impostas por Israel, informou hoje o Comitê Internacional da Cruz Vermelha (CICV).

EFE |

"Após três anos sucessivos de seca e invernos muito frios, os beduínos e os habitantes dedicados à pecuária na Cisjordânia estão a ponto de entrar em uma situação de emergência", ressalta um relatório divulgado pelo CICV em Amã.

Além disso, o CICV afirma que "a situação foi agravada em virtude das restrições impostas pelas autoridades israelenses".

Entre os obstáculos estão principalmente os assentamentos judaicos, as estradas e as áreas militares, já que impedem os beduínos e os criadores de gado de aproveitarem os aqüíferos e as áreas de pastoreio, indica o CICV.

O CICV informou também que iniciou uma operação de emergência para distribuir água a cerca de mil pessoas e 50 mil ovelhas no sul do distrito de Masafar Yata, uma das regiões mais afetadas pela escassez. EFE ajm/fh/rr

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG