CICV diz que não participou de resgate de reféns das Farc

Bogotá, 8 jul (EFE).- O Comitê Internacional da Cruz Vermelha (CICV) voltou a afirmar hoje que não participou da Operação Xeque do Exército colombiano, que permitiu o resgate de 15 reféns da guerrilha das Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc).

EFE |

O CICV "quer deixar claro que não recebeu nenhuma solicitação, nem participou da operação" que libertou das mãos das Farc a ex-candidata presidencial Ingrid Betancourt, além de três americanos e 11 soldados e policiais colombianos.

A entidade assinalou também que "vale a pena lembrar que o CICV participa, de maneira regular, como intermediário neutro na libertação de reféns e de detidos na Colômbia, mas sempre com base em sua modalidade institucional claramente determinada".

A CICV disse ainda que "reitera sua disponibilidade de apoiar a busca de mecanismos para obter a libertação de outros reféns, assim como de detidos em poder dos grupos armados". EFE rrm/rr

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG