CICV alerta para piora na situação humanitária de Afeganistão e Paquistão

Genebra, 30 mar (EFE).- O Comitê Internacional da Cruz Vermelha (CICV) alertou hoje para a previsível piora da situação humanitária no Afeganistão e no Paquistão nos próximos meses devido aos conflitos armados na região.

EFE |

Durante entrevista coletiva, o chefe de operações do CICV no Sul da Ásia, Jacques de Maio, declarou que "o conflito no Afeganistão se intensifica e afeta mais áreas do país, enquanto que a luta e a instabilidade em matéria de segurança levam graves dificuldades aos civis no noroeste do Paquistão".

A organização pretende chamar a atenção da comunidade internacional para a situação humanitária nesta região um dia antes da conferência em Haia sobre o Afeganistão e os países vizinhos.

"É possível fazer mais pelas pessoas, mas os países em questão são grandes demais e o acesso aos civis mais necessitados não é fácil", lamentou de Maio.

Ainda de acordo com o chefe de operações do CICV no Sul da Ásia, "há uma grande diferença entre as necessidades da população e a capacidade de resposta das organizações internacionais que se encontram no terreno".

Em consequência, "a situação pode piorar nos próximos meses se não forem tomadas as medidas necessárias para dar uma resposta adequada ao problema", disse de Maio.

Em 2008, os postos de saúde do CICV no Paquistão registraram aumento de 50% no número de atendimentos a civis feridos por causa dos conflitos armados.

Além disso, 90% dos pacientes que chegam a estes postos foram feridos por armas ou explosões.

O CICV coordena operações de ajuda humanitária nos dois lados da fronteira entre Paquistão e Afeganistão. As principais atividades da entidade na região são a distribuição de comida e de artigos de primeira necessidade, a melhora do acesso à água e ao saneamento e a assistência médica. EFE mrm/bba

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG