Publicidade
Publicidade - Super banner
Mundo
enhanced by Google
 

Ciclone em Mianmá matou mais de 10 mil pessoas, diz ministro

Mianmá - O ciclone que devastou no fim de semana várias regiões de Mianmá deixou mais de 10 mil mortes, anunciou na televisão pública o ministro birmanês das Relações Exteriores, Nyan Win.

Redação com agências internacionais |

 

A TV estatal havia informado anteriormente que eram mais de 3,9 mil mortos na maior cidade do país, Yangun, e na região de Irrawaddy. Outras 2.879 estariam desaparecidas e 41 feridas.

Ruas de Yangun foram devastadas no último fim de semana/ Foto: AFP

Ainda de acordo com a TV estatal, dezenas de milhares podem ter morrido nas cidades de Bogalay e Laputta, na região de Irrawaddy.

Os números ainda não foram confirmados por uma fonte independente.

Se os dados forem confirmados, o ciclone deste fim de semana terá sido o mais mortífero desde o tufão que atingiu a Índia em 1999 matou cerca de 10 mil.

No início desta segunda-feira, a mídia estatal colocava o número de mortos em 351.

Cinco regiões foram declaradas zonas de emergência depois do desastre natural.

Segundo o representante da ONU para resposta a desastres, Richard Horsey, centenas de milhares de pessoas precisam de abrigo e água potável.

Ele disse, no entanto, que é impossível dizer exatamente quantas pessoas foram afetadas por causa dos estragos nas estradas e na rede telefônica.

A ONU e agências de ajuda humanitária enviaram equipes de avaliação para as áreas mais atingidas, apesar de ainda não terem recebido um pedido de ajuda formal do governo do país.

Várias cidades costeiras ficaram totalmente destruídas, de acordo com o porta-voz da Federação Internacional da Cruz Vermelha, Michael Annear. A ajuda está lenta por causa dos problemas de mobilidade causados pela devastação.

Apesar da destruição provocada pelo ciclone tropital Nargis, a junta militar que governa o país anunciou que manterá, como previsto, para o próximo sábado um polêmico referendo constitucional, que segundo os opositores tem como objetivo reforçar o poder dos generais.


Mianmá está localizada no sudeste asiático



(Com BBC Brasil e AFP)

Veja também:

Leia mais sobre: ciclone

 

Leia tudo sobre: ciclonemianmá

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG