QUITO (Reuters) - O Equador disse na quinta-feira que a CIA soube antecipadamente da incursão militar do exército colombiano em seu território para destruir um acampamento das Farc em março. O ministro da Defesa, Javier Ponce, assinalou que a CIA soube antes do que o governo equatoriano da ação militar colombiana por meio de uma informação remetida por membros infiltrados nos sistemas de inteligência das Forças Armadas do Equador.

"A CIA tinha pleno conhecimento do que estava ocorrendo em Angostura (na fronteira com a Colômbia)", disse Ponce, citando um informe de uma comissão integrada pelo presidente Rafael Correa para investigar os laços dos militares equatorianos com a CIA.

A incursão militar desatou uma crise diplomática entre Equador e Bogotá, que levou os dois países a romperem seus vínculos formais.

(Por Alexandra Valencia)

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.