CIA foi informada sobre jovem que cometeu atentado

O pai do jovem nigeriano que tentou derrubar um avião com explosivos no Natal advertiu a CIA sobre a atitude radical do filho, revelou a imprensa americana nesta terça-feira.

AFP |

Segundo uma fonte que pediu para não ser identificada, citada pela rede de televisão "CNN", um relatório foi elaborado após um encontro entre o pai de Umar Faruk Abdulmutallab e um agente da CIA, que enviou o documento à sede da agência, na Virgínia.

O "Wall Street Journal" afirma que o pai de Abdulmutallab, um rico banqueiro e ex-ministro nigeriano, se reuniu com o agente da CIA na embaixada dos Estados Unidos em Abuja, capital da Nigéria, no dia 19 de novembro.

Abdulmutallab, de 23 anos, tentou explodir um voo entre Amsterdã e Detroit, com 290 pessoas a bordo.

Mais cedo, a imprensa dos EUA revelou que o jovem participava com frequência de um foro islâmico na Internet e pregava a Guerra Santa (Jihad).

Umar Faruk Abdulmutallab escrevia no www.gawaher.com sob o pseudônimo "Faruk1986", e fez 310 comentários, a partir de 2005, incluindo divagações sobre "como ocorrerá a grande Jihad", "como os muçulmanos vencerão" e "como dominarão o mundo inteiro e estabelecerão o maior império jamais visto".

O presidente americano, Barack Obama, admitiu hoje que o atentado frustrado "demonstrou falhas sistemáticas (...) totalmente inaceitáveis" no esquema de segurança interna dos Estados Unidos.

Leia mais sobre: terrorismo

    Leia tudo sobre: atentadoseuaterrorismo

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG