CIA cria força-tarefa para investigar práticas controvertidas

O novo diretor da CIA, Leon Panetta, criou uma força-tarefa para reunir informações sobre as antigas práticas controvertidas da Agência de Inteligência americana em matéria de detenção e interrogatório.

AFP |

"O presidente Barack Obama lançou um processo para examinar as opções dos Estados Unidos em matéria de detenção, interrogatório e transferência dos indivíduos suspeitos de terrorismo", destacou Panetta em carta divulgada nesta segunda-feira aos funcionários da CIA..

A comissão de Inteligência do Senado americano começou recentemente a examinar as antigas práticas controvertidas da CIA.

"Como estes diferentes esforços vão exigir muitas informações antigas e complementares, criei uma força-tarefa encarregada especificamente da detenção e das técnicas de interrogatório, que será formada por um número reduzido de funcionários da agência", explicou.

"Esta força-tarefa reunirá dados e formulará opiniões unificadas sobre as questões complexas e frequentemente polêmicas relacionadas à detenção e ao interrogatório" dos suspeitos de terrorismo", acrescentou.

"Um dos objetivos da criação desta força é aliviar nossa equipe antiterrorista, que deve ficar focalizada em sua missão", finalizou o diretor da CIA.

dab/yw

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG