Chuvas e vendavais deixam pelo menos 14 mortos na Espanha e na França

MADRI / PARIS ¿ Pelo menos 14 pessoas morreram na Espanha e na França por causa das fortes chuvas, com rajadas de vento de até 150 km/h, que atingem os dois países desde sexta-feira. Na Espanha, que contabiliza dez mortos, entre as vítimas estão quatro crianças que faleceram após o desabamento de um complexo esportivo perto da cidade de Barcelona.

Redação com agências internacionais |

Devido ao temporal e à ventania, o pavilhão anexo a um campo de futebol em Saint Boi de Llobregat veio abaixo. No local, cerca de 20 crianças se protegiam do vento. Jaume Bosch, prefeito de Sant Boi de Llobregat, informou que as quatro vítimas que morreram no desabamento tinham idades entre 9 e 12 anos. "Ao que parece o teto se deslocou e parte do muro desabou", afirmou a porta-voz do governo catalão.

AFP

Bombeiros trabalham nos escombros do ginásio que desabou na Espanha

Na província de Alicante, um homem de 52 anos morreu e a polícia conseguiu resgatar seis marinheiros de um cargueiro em dificuldades na região da Galícia. Os temporais, provenientes do Oceano Atlântico, prejudicam o tráfego aéreo e ferroviário na Espanha e provocam o corte de energia elétrica no País, deixando milhares de pessoas sem luz.

França

O sudoeste da França também sofre com as fortes tempestades registradas neste fim de semana. Nove departamentos do governo francês ficaram boa parte deste sábado em alerta vermelho. Os temporais já deixaram quatro pessoas mortas e 1,5 milhão de casas sem energia elétrica.

No departamento de Landes, um homem morreu após uma árvore cair sobre seu veículo. Em Saint-Vicent-deTyrosse, um homem de 78 anos faleceu depois de ser atingido por um pedaço de ferro que tinha sido arrastado pelo vento. Já uma terceira pessoa, de 73 anos, faleceu por um golpe de corrente, segundo fontes oficiais.

Em Verdelais, uma mulher de 73 anos, que respirava com a ajuda de aparelhos, morreu neste sábado em sua casa em consequência do corte no fornecimento de eletricidade provocado pelo forte temporal que atingiu a área.

AFP

Árvore destruída na França por causa da ventania e das chuvas fortes que atingem o País

Na região de Perpignan, no sul da França, ventos com uma intensidade de 184 km/h fizeram com o que o aeroporto local suspendesse as atividades. O mesmo aconteceu nos terminais de Bordeuax e Toulose.

Um milhão de casas amanheceram na França neste sábado sem energia elétrica. A informação foi confirmada pela companhia ERDF, que destacou ter mobilizado mais de 1.000 funcionários para tentar resolver o problema. O tráfego ferroviário foi afetado no sul do País por causa das árvores que caíram sobre os trilhos e que impedem o trânsito normal.

*com informações das agências EFE e AFP

Leia mais sobre: chuvas

    Leia tudo sobre: chuvaespanhafrança

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG