São Paulo a http://ultimosegundo.ig.com.br/mundo/2009/09/09/pelo+menos+20+pessoas+morrem+vitimas+de+inundacoes+na+turquia+8335918.html target=_topIstambul, passando por Senegal, http://ultimosegundo.ig.com.br/brasil/2009/09/13/cheia+do+rio+ararangua+prejudica+500+pessoas+e+mantem+bloqueada+br+101+no+sul+catarinense+8405983.html target=_topSanta Catarina e Escócia, o início do mês de setembro foi marcado por chuvas torrenciais, enchentes e outros fenômenos climáticos extremos. Para cientistas entrevistados pela BBC Brasil, é um lembrete sobre a urgência da necessidade de se adaptar às mudanças climáticas. " / São Paulo a http://ultimosegundo.ig.com.br/mundo/2009/09/09/pelo+menos+20+pessoas+morrem+vitimas+de+inundacoes+na+turquia+8335918.html target=_topIstambul, passando por Senegal, http://ultimosegundo.ig.com.br/brasil/2009/09/13/cheia+do+rio+ararangua+prejudica+500+pessoas+e+mantem+bloqueada+br+101+no+sul+catarinense+8405983.html target=_topSanta Catarina e Escócia, o início do mês de setembro foi marcado por chuvas torrenciais, enchentes e outros fenômenos climáticos extremos. Para cientistas entrevistados pela BBC Brasil, é um lembrete sobre a urgência da necessidade de se adaptar às mudanças climáticas. " /

Chuvas e enchentes trazem alerta de mudança climática

De http://ultimosegundo.ig.com.br/brasil/2009/09/09/chuva+de+terca+feira+e+a+maior+ja+registrada+na+cidade+de+sao+paulo+em+setembro+8337905.html target=_topSão Paulo a http://ultimosegundo.ig.com.br/mundo/2009/09/09/pelo+menos+20+pessoas+morrem+vitimas+de+inundacoes+na+turquia+8335918.html target=_topIstambul, passando por Senegal, http://ultimosegundo.ig.com.br/brasil/2009/09/13/cheia+do+rio+ararangua+prejudica+500+pessoas+e+mantem+bloqueada+br+101+no+sul+catarinense+8405983.html target=_topSanta Catarina e Escócia, o início do mês de setembro foi marcado por chuvas torrenciais, enchentes e outros fenômenos climáticos extremos. Para cientistas entrevistados pela BBC Brasil, é um lembrete sobre a urgência da necessidade de se adaptar às mudanças climáticas.

BBC Brasil |

"Certamente, as projeções feitas por modelos de computador sofisticados indicam um aumento na probabilidade de ondas de calor e na intensidade das chuvas, bem como um aumento no número de áreas que sofrem com secas", disse à BBC Brasil o professor Richard P. Allan, do Centro de Ciência para Sistemas Ambientais da Universidade de Reading, na Grã-Bretanha.

Em 2007, o relatório do Painel Intergovernamental para Mudança Climática da ONU (IPCC, na sigla em inglês) já alertava que um aumento na "frequência (ou proporção do total da incidência de chuvas relativa à chuvas torrenciais) de 'eventos de forte precipitação'" era "muito provável", ou seja, mais de 90% provável.

Diante da relativa segurança dos cientistas de que as temperaturas vão subir nos próximos anos, a recomendação do IPCC - reiterada por cientistas ouvidos pela BBC - é se preparar para uma ocorrência cada vez maior deste tipo de eventos.

Para uma cidade como São Paulo, construída em torno do Rio Tietê, a adaptação é ainda mais urgente.


Marginal Pinheiros fica alagada próximo à ponte do Jaguaré na última semana

"É preciso pensar no sistema de drenagem e na infraestrutura da cidade, porque mais e mais eventos extremos devem acontecer. Pelo menos é essa a tendência que se pode ver hoje", afirmou à BBC Brasil o professor Bill McGuire, da University College London.

Para o meteorologista britânico Simon Brown, colega de McGuire no Centro Hadley, a unidade do Met Office, o Departamento de Meteorologia britânico, investimentos em adaptação são questão de bom senso.

"Se há uma vulnerabilidade natural para eventos naturais extremos relacionados ao tempo, e esses eventos extremos, diante do aquecimento global, vão se tornar mais frequentes, qualquer pessoa sensata se prepararia para isso", afirmou Brown.

O especialista lembrou que cidades como Amsterdã, que fica abaixo do nível do mar e será muito afetada por outro provável efeito das mudanças climáticas, o avanço dos oceanos, já vem reforçando o seu complexo sistema de diques.

Londres também se prepara, e já tem um plano que prevê reforços futuros na chamada "barreira do Tâmisa", um sistema de comportas capaz de controlar o nível da água do rio para evitar enchentes na capital britânica.

Financiamento

O financiamento para adaptação ao aquecimento global nos países mais pobres do mundo é um dos assuntos mais polêmicos em pauta para o encontro das Nações Unidas sobre o clima, que acontece em dezembro, em Copenhague.

Em julho, o representante máximo da ONU para o assunto, Yvo de Boer, afirmou que US$ 10 bilhões por ano seriam "um bom começo" para que as negociações avancem.

A previsão é de que países pobres como Bangladesh e pequenas nações insulares, com escassos recursos para se preparar para o futuro, sejam os maiores afetados pelo aquecimento global.

Embora as catastróficas chuvas de semana passada na Turquia - que deixaram mais de 30 mortos - tenham sido as piores em 80 anos, segundo especialistas, não é possível associá-las diretamente às mudanças climáticas.

"É sugestivo, mas não podemos fazer associações diretas entre eventos individuais e o aquecimento global, mas a ciência é bastante clara: quanto mais quente o ar ficar, mais umidade ele é capaz de transportar, o que facilita a ocorrência de chuvas torrenciais", afirmou Brown à BBC Brasil.

Leia mais sobre mudanças climáticas

    Leia tudo sobre: chuvaenchentemudança climática

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG