Chuvas deixam pelo menos 26 mortos na Guatemala

Guatemala, 21 jul (EFE).- Pelo menos 26 pessoas morreram e dezenas de famílias ficaram desabrigadas como conseqüência de inundações e deslizamentos de terra provocados por chuvas torrenciais que atingiram a Guatemala no fim de semana, informaram hoje fontes oficiais.

EFE |

Pelo menos 21 pessoas morreram ontem soterradas em duas comunidades do departamento de Zacapa (leste), onde dois deslizamentos de terra e lama soterraram suas casas.

Das vítimas, 12 eram integrantes de uma mesma família, que vivia na aldeia El Campanario, do município La Union, segundo o prefeito da comunidade, Francisco Salguero.

As outras mortes aconteceram na aldeia Lancapoly, do mesmo município, de acordo com o porta-voz dos Bombeiros, Wilmer Quintanilla.

Na aldeia Najap, do departamento de Huehuetenango, quatro pessoas morreram soterradas no domingo, também vítimas de um deslizamento de terra.

Com estas 26 vítimas, o número de mortos pelas fortes chuvas na Guatemala, em 2008, já chega a 62.

O Instituto Nacional de Meteorologia (Insivumeh) prevê pelo menos outras 72 horas de chuvas na Guatemala, sobretudo em regiões do norte.

As autoridades mantêm o país em alerta diante das freqüentes chuvas comuns nessa época do ano e vigia a trajetória da tempestade tropical "Dolly" que se formou no mar Caribe. EFE oro/rr

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG