Chuvas causam 15 mortes e deixam vários desaparecidos na França

Cerca de 200 mil imóveis ficam sem energia elétrica após as chuvas torrenciais das últimas 24 horas

iG São Paulo |

Quinze pessoas morreram e doze continuam desaparecidas em decorrência das inundações provocadas pelas chuvas torrenciais das últimas 24 horas no departamento de Var, sudeste da França.

Reuters
Fortes chuvas deixam várias pessoas desaparecidas na França

As fortes chuvas que foram registradas na terça-feira provocaram inundações que deixaram muitas pessoas presas em veículos e em suas casas, sendo retiradas pelos bombeiros. A água subiu rapidamente 50 centímetros, depois 60 e, posteriormente, atingiu os dois metros nos departamento afetados. Além disso, as chuvas fizeram com que cerca de 200 mil imóveis ficassem sem energia elétrica.

A prefeitura regional afirmou que foram mobilizados nove helicópteros, 15 barcos de intervenção rápida e mil voluntários para o resgate. Ainda segundo as autoridades regionais, 1.200 pessoas foram levadas para os centros de socorro de Draguignan.

"Draguignan foi a cidade mais atingida, com centenas de veículos sendo arrastados e diversos bairros submersos", disse o prefeito local, Hugues Parant, à rádio France Bleu Provence. Segundo Parant, o número de vítimas poderia aumentar.

Fotos divulgadas na televisão mostravam multidões de pessoas ilhadas em um terraço elevado de um acampamento de férias, com o terreno e construções mais baixas submersas em águas turvas. Moradores locais disseram que as pessoas ficaram surpresas com a velocidade com que a água subiu, transformando as ruas em córregos e arrastando carros como se fossem brinquedos.

"Foi dramático", disse o prefeito de Draguignan, Max Piselli. "A cidade está em um estado terrível, com rochas, pedras, lama e carros bloqueando as ruas."

O aeroporto em Toulon, que teve de ser fechado na noite de terça-feira porque as pistas ficaram inundadas, reabriu na manhã de quarta-feira. Serviços de trem ao longo da costa devem retomar as atividades normalmente na quinta-feira, disseram autoridades do sistema ferroviário.

O presidente da França, Nicolas Sarkozy, disse que está muito preocupado, e manifestou solidariedade às vítimas e suas famílias. Sarkozy pediu ao governo para fazer tudo o que for necessário para ajudar os afetados.

* Com EFE e AFP

    Leia tudo sobre: Françachuva

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG