Rabat - Pelo menos 11 pessoas morreram na madrugada de hoje no povoado de Driuch, na província de Nador (nordeste do Marrocos) depois que várias casas desabaram em conseqüência dos fortes chuvas que castigam a região, informou hoje o Ministério do Interior.

As autoridades marroquinas assinalaram, em comunicado, que uma pessoa ficou ferida, e que se registraram graves danos materiais nos povoados da região, como o desabamento de 20 casas.

As autoridades locais de Nador, província localizada junto à cidade autônoma espanhola de Melilla, mobilizaram os serviços de emergência para as operações de resgate e socorro dos desabrigados pelas inundações.

Também foi resgatado o cadáver de um jovem arrastado na madrugada passada pelo leito de um rio transbordado em Tânger (norte do país), segundo disseram as equipes de emergência à agência estatal "MAP".

O corpo foi recuperado próximo a M'Ghugha, zona industrial de Tânger, que ficou totalmente inundada pelas águas e sofreu graves danos materiais - afetando a maioria das fábricas ali instaladas.

Várias equipes das Forças Armadas e da Defesa Civil foram enviadas a Tânger durante a noite para participar dos trabalhos de socorro e restabelecimento da circulação, acrescentaram as fontes.

Milhares de trabalhadores afetados pelas chuvas em M'Ghugha, foram evacuados durante a noite, apesar do nível das águas já ter superado um metro e meio.

Leia mais sobre: chuvas - Marrocos

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.