Choques entre PKK e forças de segurança matam 18 na Turquia

(atualiza número de mortos do PKK) Ancara, 14 jul (EFE) - Pelo menos cinco soldados e um paramilitar turcos e 12 guerrilheiros do Partido dos Trabalhadores do Curdistão (PKK) morreram nos últimos quatro dias em diferentes confrontos no sudeste da Turquia, segundo informou hoje o Estado-Maior turco.

EFE |

Dois soldados do Exército turco e um paramilitar morreram na explosão de minas terrestres antipessoais, enquanto outros três militares foram mortos em choques com guerrilheiros do PKK.

Além disso, quatro rebeldes do PKK morreram hoje em confrontos com soldados turcos nas montanhas de Incebel, na província de Sirnak, informou o Estado-Maior do Exército.

O Exército turco afirmou nesta segunda-feira em comunicado ter matado desde sexta-feira passada um total de oito rebeldes curdos em diversas operações militares em Sirnak, a província turca fronteira com o Iraque.

O PKK iniciou a luta armada a favor de mais direitos para a minoria curda em 1984 e, desde então, morreram nesta guerra não declarada entre o Exército turco e os guerrilheiros curdos mais de 35 mil pessoas. EFE dt/fal/db

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG