Choques entre estudantes e policiais deixam quatro feridos na Venezuela

Quatro estudantes ficaram feridos nesta quinta-feira na Venezuela em enfrentamentos com a polícia durante uma manifestação na cidade de Mérida (500 km a sudoesta de Caracas), um deles em estado grave, informou a mídia local.

AFP |

O ferido mais grave é um jovem identificado como Douglas Rojas, que teve morte cerebral devido ao impacto no crânio de um objeto que teria sido disparado por uma arma de fabricação caseira, segundo a estatal venezuelana de televisão.

O jovem foi levado a um hospital com um ferimento (orifício de saída) na região occipital e estava sendo atentido, disse Gerardo Tobito, decano da faculdade de Medicina da Universidade dos Andes (ULA) à emissora privada Globovisión.

"O jovem está em péssimo estado, pois o ferimento foi grande e houve exposição de massa encefálica. Há outros três estudantes feridos: um com uma fratura no braço direito, outro com uma lesão no ombro esquerdo e outro com uma lesão profunda no glúteo direito", acrescentou.

Desde quarta-feira, os estudantes da ULA mantêm um protesto exigindo a destituição da diretora da escola de Nutrição e Dietética.

rr/ap

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG