Choques com policiais na Colômbia deixam 2 índios mortos

Bogotá, 15 out (EFE) - Pelo menos dois indígenas morreram e mais de 70 ficaram feridos nos violentos confrontos travados por nativos e policiais colombianos em diferentes departamentos do país, disse hoje a Organização Nacional Indígena da Colômbia (Onic).

EFE |

Os integrantes do órgão iniciaram, no fim de semana passado, um protesto para denunciar que os povos originais são vítimas de um "genocídio" e reivindicar suas terras ancestrais, arrebatadas pelos grupos armados que operam na Colômbia.

Na quinta-feira, as forças da ordem responderam fortemente aos protestos, que se estenderam a 16 dos 32 departamentos do país, e os incidentes prosseguem hoje nos departamentos de Cauca e Valle del Cauca (sudoeste).

Foi exatamente em Cauca onde os dois indígenas morreram, o primeiro na terça-feira após ser baleado, e o segundo esta madrugada a golpes de facão, disse hoje em entrevista coletiva o presidente da Onic, Luis Evelis Andrade.

Também em Risaralda (centro-oeste) houve choques e há pelo menos 22 indígenas gravemente feridos devido a uma incursão policial esta madrugada, confirmou por telefone à Agência Efe Jorge Arce, membro do comitê regional deste departamento.

Por seu lado, o general Orlando Paez, diretor de Segurança Cidadã da Polícia, informou que um agente da corporação perdeu as mãos na explosão de um artefato lançado pelos indígenas.

Além disso, acusou os manifestantes de abrir fundações na estrada e de danificar veículos de carga estacionados na via Pan-americana, que foi bloqueada pelos manifestantes. EFE erm/db

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG