Choques com Hamas matam dois soldados israelenses em Gaza

Dois soldados israelenses foram mortos em combates com militantes do Hamas nesta sexta-feira na Faixa de Gaza, segundo militares de Israel, que responsabilizaram o grupo palestino que controla o território pelas mortes. O Hamas é responsável por qualquer atividade que ocorra de Gaza para Israel, disse uma porta-voz das Forças Armadas israelenses que disse que os soldados foram emboscados e mortos quando tentavam desarmar uma mina terrestre dentro de Gaza.

BBC Brasil |

O Hamas assumiu responsabilidade pelas mortes, mas disse ter agido para defender Gaza.

Dois palestinos também teriam morrido nos confrontos.

Estratégia
O correspondente da BBC em Jerusalém, Paul Wood, afirma que os conflitos parecem ter começado após uma tentativa de militantes palestinos de capturar um soldado israelense.

Wood diz que os militantes teriam cruzado a fronteira de Israel e foram perseguidos de volta por soldados israelenses, que entraram algumas centenas de metros dentro de Gaza, apoiados por tanques e metralhadoras pesadas.

Falando à TV por satélite Al Quds, que transmite a partir do Líbano, o porta-voz do Hamas, Abu Ubaydah, disse que os soldados israelenses pretendiam encurralar os palestinos na proximidade do campo de refugiados de Khan Yunis quando foram surpreendidos por uma divisão de atiradores do Hamas.

"Os atiradores dispararam usando armas médias e pesadas. Minutos depois o inimigo estava em estado de confusão e se retirou da área. Pouco depois, o inimigo anunciou a morte de dois de seus soldados", disse ele.

Em um comunicado enviado à BBC, o braço armado do Hamas, as Brigadas de Al Qassam, assumiu responsabilidade pela morte dos israelenses.

Resposta
Fontes em Gaza dizem que outro grupo, o mesmo que teria sequestrado o soldado israelense Gilad Shalit há mais de três anos, estaria envolvido nos conflitos desta sexta-feira.

Wood diz que, a julgar pelo passado, Israel deve preparar uma nova resposta militar aos incidentes.

Esta foi a primeira vez que soldados israelenses são mortos por palestinos desde a ofensiva de Israel em Gaza, entre o final de 2008 e o início de 2009.

No início de 2009, Israel e o Hamas decretaram um cessar-fogo em Gaza. Desde então o território permanece sob bloqueio israelense.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG