Choque entre Polícia e grevistas fere 50 na Coreia do Sul

Seul, 5 ago (EFE).- Pelo menos 50 pessoas ficaram feridas hoje em violentos choques entre a Polícia sul-coreana e funcionários grevistas da montadora Ssangyong na cidade de Pyeongtaek, 70 quilômetros ao sul de Seul, informou a agência de notícias local Yonhap.

EFE |

O confronto, que se estendeu durante o dia todo, aconteceu após o ultimato policial para que os trabalhadores em greve desocupassem a fábrica, onde estão há mais de dois meses para protestar contra uma possível demissão.

Esta manhã, cerca de 100 policiais entraram nas instalações auxiliados por um helicóptero e guindastes através do telhado, onde os trabalhadores em greve estavam escondidos e enfrentaram a Polícia com barras de ferro.

Enquanto isso, outros 500 trabalhadores permanecem em outro prédio da fábrica. No local, são guardados muitos materiais inflamáveis e, por isso, a Polícia disse não poder entrar de forma imediata.

Cerca de quatro mil policiais participaram desde terça em uma operação para acabar com a ocupação da única fábrica da Ssangyong.

Os funcionários permanecem reunidos para protestar contra o plano de reestruturação da companhia, que contempla a demissão de 36% da força de trabalho.

O sindicato já advertiu em comunicado que "lutará até a morte se a Polícia tentar acabar com a ocupação".

O choque entre a Polícia e os grevistas acontece depois que no domingo passado foram paralisadas as negociações entre a companhia e o sindicato, que não conseguiram chegar a um acordo sobre o número de demissões. EFE ce/rr

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG