Dushanbe, 13 set (EFE) - Dois guardas tadjiques morreram hoje durante um tiroteio na fronteira com o Afeganistão, informou o Comitê Estadual de Segurança Nacional (CESN) do Tadjiquistão.

"As unidades fronteiriças se depararam com um grupo procedente do Afeganistão que tinha cruzado ilegalmente a fronteira", disse um porta-voz do departamento fronteiriço do CESN.

Após a advertência dos guardas fronteiriços tadjiques, afirmou, "os agressores abriram fogo de forma indiscriminada, matando um coronel e um soldado raso".

"O tiroteio se prolongou por mais de duas horas, após o que esse grupo retornou ao Afeganistão", disse.

O incidente ocorreu 250 quilômetros ao sul da capital, Dushanbe, e ao local foram enviadas tropas adicionais para reforçar a fronteira.

Este é o primeiro caso neste ano de morte de guardas tadjiques em confrontos com grupos do Afeganistão, embora os incidentes violentos ocorram com freqüência. EFE gln/db

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.