Chirac indiciado em caso de empregos fictícios

O ex-presidente francês Jacques Chirac (1995-2005) foi indiciado nesta sexta-feira em uma investigação sobre um suposto sistema de empregos fictícios montado quando ele era prefeito de Paris (1977-1995), informou o advogado do político.

AFP |

O juiz Jacques Gazeaux, do tribunal de Nanterre, subúrbio de Paris, acusou Chirac de "apropriação ilícita de interesses com relação a sete empregos", anunciou o advogado do ex-presidente, Jean Veil.

Segundo a acusação, a prefeitura de Paris pagava salários a funcionários do partido de Chirac, a União Pela República, que apareciam na lista de empregados do município em fazar qualquer trabalho efetivo.

Na manhã desta sexta-feira, antes do indiciamento, o juiz Gazeaux questionou em Paris Jacques Chirac, que reiterou que "na prefeitura de Paris nunca existiu um sistema de empregos fictícios", destacou Veil.

Chirac pode ser condenado a cinco anos de prisão e a pagar uma multa de 75.000 euros.

Em 30 de outubro, a justiça francesa decidiu que Chirac será julgado em janeiro de 2010 por um tribunal por outro caso de empregos fictícios na prefeitura de Paris.

sm/fp

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG