Chineses fazem manifestação em Paris em defesa de Jogos Olímpicos de Pequim

Paris, 19 abr (EFE).- Centenas de pessoas, em sua maioria estudantes chineses na França, protestaram hoje em Paris em prol dos Jogos Olímpicos de Pequim e acusaram a imprensa de não dizer a verdade sobre o Tibete e a China.

EFE |

A manifestação na Praça da República foi convocada por cerca de 30 estudantes chineses na França, duas semanas após a turbulenta passagem da tocha olímpica por Paris, episódio marcado por protestos contra a repressão chinesa no Tibete e as violações dos direitos humanos na China.

Na praça do centro de Paris, os manifestantes exibiram cartazes com fotos de uma jovem atleta chinesa com necessidades especiais que levou em Paris a chama olímpica entre os protestos.

Outros cartazes ironizavam a frase "por um mundo melhor" que os atletas franceses tinham decidido levar a Pequim antes de serem proibidos pelas autoridades da França.

Os manifestantes também distribuíram folhetos para falar do que chamam de "verdadeira" China.

Os organizadores, que disseram que esperavam até "dez mil" pessoas no ato que deve ser encerrado nas próximas horas, afirmaram que queriam mostrar seu apoio aos Jogos Olímpicos frente à "manipulação" pelos meios de comunicação ocidentais e para "restabelecer a verdade sobre o Tibete" e a situação em seu país.

A concentração em Paris acompanha os protestos de hoje diante da embaixada francesa em Pequim para denunciar a atitude da França no tema do Tibete e diante de supermercados do grupo francês Carrefour na capital e em outras cidades da China.

Há vários dias sites chineses divulgam na internet pedidos de boicote aos produtos do Carrefour e da LVMH, que são acusados de apoiar a causa do dalai lama, líder espiritual do Tibete no exílio, o que as duas empresas negaram plenamente. EFE al/ev/fal

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG