Chineses encontram campo com mais de 7 mil fósseis

Cientistas chineses encontraram o que pode ser o maior campo de fósseis de dinossauros do mundo no leste do país, segundo a agência de notícias oficial Xinhua. Zhao Xijin, paleontólogo líder do projeto na cidade de Zhucheng, na província de Shandong, anunciou que mais de 7,6 mil fósseis foram descobertos no local até agora e o número está aumentando.

BBC Brasil |

"As descobertas devem contribuir com a pesquisa a respeito do mistério da extinção dos dinossauros", afirmou o cientista do Instituto de Paleontologia de Vertebrados e Paleoantropologia da Academia Chinesa de Ciências.

Zhao Xijin acrescentou que os fósseis encontrados são principalmente do final do período Cretáceo e da era Mesozóica, quando os dinossauros foram extintos.

Grama e água
De acordo com o paleontólogo, os fósseis tinham apenas uma pequena chance de sobrevivência em todos estes anos.

As pesquisas atuais sugerem que a região pode ter sido uma área aquática e também com grama abundante. Com isso, a área teria sido um habitat ideal para dinossauros com bicos de pato, segundo Zhao Xijin.

Geólogos avaliam que pode ter ocorrido uma erupção vulcânica que matou os dinossauros. Depois, uma enchente levou os fósseis ao local onde foram encontrados.

Zhao Xijin afirmou que as escavações foram suspensas devido às condições do tempo na área, mas deverão ser retomadas na primavera chinesa.

A pesquisa sobre a descoberta deverá ser publicada no final de 2009, segundo o cientista. Um parque de fósseis será construído na região, de acordo com as autoridades locais.

Hadrossauro
A cidade tem um grande campo com fósseis de hadrossauro, descobertos na década de 60 por uma expedição que buscava petróleo. Mais de 50 toneladas de fósseis já foram descobertas no local desde então.

O maior fóssil de hadrossauro foi descoberto em Zhucheng na década de 80, e exposto no museu local.

Um novo campo de fósseis foi descoberto por uma expedição de mineração, em março, nas cidades de Longdu, Shunwang, Jiayue e Zhigou.

Um campo em Longdu tem 300 metros de extensão por dez de largura e cinco metros de profundidade. Mais de 3 mil fósseis foram encontrados no local e, segundo Zhao Xijing, novos gêneros ou espécies poderão ser descobertos.

De acordo com Xu Xing, pesquisador do Instituto de Paleontologia de Vertebrados e Paleoantropologia, um crânio de 2 metros de um ceratopsian foi encontrado no local, a primeira descoberta deste tipo fora da América do Norte.

Nos outros 15 campos menores, outros novos gêneros de dinossauro foram encontrados, incluindo o tiranossauro.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG