Chinês é preso após fingir ter gripe para ser atendido de graça

Pequim, 19 mai (EFE).- Um ex-camponês passará 10 dias preso por fingir que estava com a gripe suína para receber tratamento gratuito em um hospital, informou a Polícia à agência oficial Xinhua.

EFE |

O homem, de sobrenome Li e que se mudou para a cidade de Tieling (província nordeste de Liaoning) em busca de trabalho, foi punido por "mentir sobre uma situação epidêmica grave", de acordo com as forças de segurança locais.

Aparentemente, Li ficou doente na semana passada mas decidiu não ir ao médico porque não podia pagar pelo atendimento, já que na China o sistema de seguridade social cobre a apenas 10% da população.

No entanto, ele ficou sabendo pela televisão da existência da gripe suína e decidiu fingir ter a doença para conseguir o atendimento gratuito.

Na sexta-feira passada, Li foi diagnosticado com a gripe comum, e já se recuperou da doença.

Apesar do nome, a gripe suína não apresenta risco de infecção por ingestão de carne de porco e derivados. EFE abc/mh

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG