China teme que número de mortos supere os 50 mil após terremoto

Pequim, 15 mai (EFE).- O vice-governador de Sichuan, Li Chengyun, confirmou hoje a morte de 19.

EFE |

509 pessoas nessa província chinesa por causa do terremoto, e o Escritório de Gestão de Emergências e Resgate do Conselho de Estado (Executivo) afirmou que o número final poderia superar os 50 mil mortos.

A nova informação eleva em mais de 5 mil o último número oficial de vítimas fatais do forte terremoto registrado na segunda-feira e suas posteriores réplicas, segundo Li.

As autoridades provinciais conseguiram hoje convencer cerca de 10 mil sobreviventes do terremoto para que não saiam da zona, após o rumor de que as fontes que fornecem a água de Chengdu, capital provincial, ficaram contaminadas após o terremoto. EFE pa/an

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG