China suspende vendas de balas contaminadas

Um fabricante de balas na China suspendeu as vendas da bala White Rabbit, uma de suas marcas mais famosas, depois que a substância melamina foi encontrada no produto. A empresa, Guanshengyuan, também interrompeu as exportações da bala, feita à base de leite.

BBC Brasil |

Esta é última medida tomada por empresas da indústria alimentícia chinesa desde que veio à tona o escândalo do leite em pó adulterado que contaminou mais de 53 mil crianças e matou quatro.

O leite foi contaminado com melamina, uma substância usada na fabricação de plástico que foi adicionada a laticínios para fazer os níveis de proteína parecerem mais altos do que realmente são.

Inspeções

Há alguns dias os reguladores de segurança alimentar chineses afirmaram que os problemas já estão sob controle, mas o representante da Organização Mundial de Saúde da China teme que ainda haja mais mortes.

"Nós podemos estar começando a ver o fim do escândalo, mas há ainda muitas inspeções sendo feitas não só na China como em outros países", disse Hans Troedsson.

O regulador de segurança alimentar do Canadá recomendou um recall das balas White Rabbit, e em Cingapura as autoridades disseram ter encontrado melamina em amostras do produto importado da China.

O governo das Filipinas também retirou os produtos chineses das prateleiras e a União Européia está banindo importações de alimentos infantis chineses que contenham traços de leite.

Especialistas dizem que o consumo de pequenas quantidades da substância não é prejudicial, mas o uso contínuo pode causar pedra no rim e insuficiência renal, especialmente entre os mais jovens.

Leia mais sobre leite aduterado

    Leia tudo sobre: china

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG