China supera a Espanha e vira o terceiro produtor mundial de energia eólica

A China superou a Espanha e se converteu em 2009 no terceiro país com maior capacidade instalada de energia eólica, segundo anunciou a agência oficial Nova China.

AFP |

A capacidade eólica do país alcançou neste fim de ano os 20 gigawatts (GW), declarou Shi Lishan, vice-diretor do Departamento de Energias Renováveis da Administração Naciona de Energia.

Segundo a fonte, a China se situa agora na frente da Espanha, e atrás dos Estados Unidos e Alemanha.

Os Estados Unidos dispunham de uma capacidade instalada de 25,2 gigawatts no final de 2008 (20,8% da capacidade mundial), a Espanha 16,8 GW e China de 12,2 GW, segundo estatísticas oficiais chinesas.

A progressão chinesa é claramente superior à evolução mundial. em 2008, a potência instalada dobrou pelo quarto ano consecutivo.

"Em termos de amplitude e de ritmo, o desenvolvimento eólico na China não tem equivalente no mundo", enfatizou Steve Sawye, secretário-geral do Global Wind Energy Council (GWEC).

A China, o primeiro emissor mundial de gases de efeito estufa, deseja que as energias renováveis representem 15% de seu abastecimento energético até 2020, frente aos 9% do ano passado.

wf-sai-pt/cn

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG