China: reunião Sarkozy-Dalai Lama afetará relação comercial com a França

A China advertiu nesta quinta-feira que a relação comercial com a França pode ser afetada pelo encontro, previsto para sábado, entre o presidente francês Nicolas Sarkozy e o Dalai Lama, líder do budismo tibetano, acusado de separatismo por Pequim.

AFP |

"Damos grande importância a nossas relações estratégicas com a França, assim como a nossas relações comerciais com a França. Os dois pontos estão estreitamente relacionados", disse o porta-voz do ministério chinês das Relações Exteriores, Liu Jianchao.

"Somente sob a condição de termos boas relações bilaterais podemos criar uma boa atmosfera para nossas relações comerciais", acrescentou.

Sarkozy deve se reunir com o Dalai Lama no próximo sábado na Polônia.

O Prêmio Nobel da Paz 1989 é acusado por Pequim de buscar a independência do Tibete.

dma/fp

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG