Publicidade
Publicidade - Super banner
Mundo
enhanced by Google
 

China rejeita semi-independência do Tibete

Um alto funcionário do governo da China afirmou aos emissários do Dalai Lama, o líder budista tibetano no exílio, que a independência ou até mesmo una semi-indepedência do Tibete estão fora de qualquer discussão, informou a agência estatal Xinhua (Nova China).

AFP |

"Em nenhum momento ou circunstância daremos mostras de fragilidade e e 'independência' do Tibete ou uma 'semi-independência' ou 'independência disfarçada' estão fora de qualquer discussão", afirmou Du Qinglin, representante do Partido Comunista da China responsável pelas negociações com os enviados do Dalai Lama.

Dois emissários do Dalai Lama participaram na terça-feira e quarta-feira de uma nova rodada de negociações, iniciadas em 2002, sobre o estatuto do Tibete, informou uma fonte do governo tibetano, que está no exílio na Índia desde 1959, que pediu anonimato.

frb/fp

Leia tudo sobre: iG

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG