China reafirma que tentativa separatista do Tibete será um fracasso

A China reafirmou nesta terça-feira que qualquer tentativa de independência do Tibete fracassará, no momento em que centenas de tibetanos no exílio estão reunidos na Índia para analisar o caminho a seguir e uma eventual radicalização de sua luta.

AFP |

"Nossa posição sobre o Tibete é clara e decidida. Qualquer tentativa de separar o Tibete da China fracasará", declarou o porta-voz do ministério chinês das Relações Exteriores, Qin Gang.

"Nenhum governo do mundo reconhece o chamado governo tibetano no exílio", acrescentou.

Quase 500 dirigentes tibetanos no exílio começaram a debater na segunda-feira, na região norte da Índia, uma eventual radicalização da luta sobre o estatuto do Tibete depois do fracasso das negociações, iniciadas em 2002, com a China.

O encontro em Dharamsala, capital do exílio tibetano, é a maior reunião em 60 anos da comunidade tibetana. Nesta cidade vive exiliado desde 1959 o Dalai Lama, líder espiritual dos tibetanos.

A opção de um possível endurecimento da posição dos tibetanos, ou seja reivindicar a independência e não mais uma simples autonomia, será discutida até sábado.

frb/fp

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG