China procura bola perdida com césio-137

Autoridades do noroeste da China dizem estar procurando com urgência uma pepita de material radioativo perdida nesta semana. Autoridades locais disseram à BBC terem detectado o que poderia ser o césio-137 perdido, mas que o material pode ter sido derretido.

BBC Brasil |

A pepita de césio-137 estava dentro de uma bola de chumbo do tamanho de um melão que era parte de um instrumento de medição em uma fábrica de cimento na cidade de Tongchuan, na província de Shaanxi.

A fábrica foi desativada e o material acabou sendo perdido quando operários demoliram o prédio.

As autoridades acreditam que o material possa estar enterrado sob os escombros ou que tenha sido derretido.

Oito caminhões de entulho retirado do local foram enviados a indústrias locais. As fábricas da região estão agora sendo testadas para verificar o nível de radioatividade.

O césio-137 é um material extremamente tóxico. O contato com uma pequena quantidade pode causar infertilidade, câncer e até mesmo morte.

O césio-137 é o mesmo elemento responsável pelo acidente radiológico ocorrido em Goiânia em 1987, quando centenas de pessoas foram contaminadas pelo material de um equipamento de radioterapia encontrado por um catador de entulho nas instalações de um hospital abandonado.

A China tem um histórico ruim de segurança industrial, com cerca de 30 casos de material radioativo perdidos a cada ano.

Em julho do ano passado, em Tongchuan, um fazendeiro foi preso após ter roubado um recipiente radioativo semelhante e ter tentado vendê-lo como sucata.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG