China permitirá a partir de amanhã entrada de turistas estrangeiros no Tibete

Pequim, 24 jun (EFE).- A China permitirá a partir de amanhã a entrada de turistas estrangeiros à região autônoma do Tibete, confirmaram hoje as autoridades locais, citadas pela agência oficial de notícias Xinhua.

EFE |

O subdiretor da Administração de Turismo do Tibete, Tanor, disse que amanhã mesmo chegarão a Lhasa dois turistas suecos, enquanto no domingo estarão quatro procedentes de Cingapura.

A região está fechada aos estrangeiros desde os distúrbios de 14 de março, em Lhasa, pelos quais a China expulsou do Tibete os turistas estrangeiros que estavam no local.

No final de abril, Pequim permitiu a entrada de turistas chineses à região, mas não a de estrangeiros, uma decisão que argumentou assegurando que ainda não podia garantir a segurança das pessoas de fora.

As manifestações pacíficas iniciadas no início de março por ocasião dos 49 anos da rebelião de 1959 contra o domínio da China, que acabou no exílio de 100.000 tibetanos, entre o dalai lama, tornaram-se violentas no dia 14 do mesmo mês.

As revoltas causaram a morte de 18 civis e um policial, segundo os números oficiais de Pequim, apesar de o Governo tibetano no exílio ter afirmado que, na repressão posterior a estes protestos, as forças de segurança chinesas mataram mais de 200 pessoas. EFE ub/an

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG