País convocou todas as seis partes envolvidas nas negociações para encontro de emergência neste domingo

A China convidou neste domingo para uma reunião urgente em Pequim com as seis partes envolvidas no processo de desnuclearização da península coreana para evitar uma escalada militar entre as duas Coreias. Em entrevista coletiva, o vice-ministro de Assuntos Exteriores chinês, Wu Daiwei, convocou este encontro, que deveria celebrar-se em dezembro, com a participação dos delegados das duas Coreias, Estados Unidos, China, Rússia e Japão.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.