China pede a Obama que não apóie independência de Taiwan

A China pediu nesta quinta-feira ao presidente eleito dos Estados Unidos, Barack Obama, que não apóie a independência de Taiwan, por considerar que se trata de um assunto vital para as boas relações entre Pequim e Washington.

AFP |

"Pedimos aos Estados Unidos que respeitem seus compromissos (...), respeitem a política de 'uma só China' e parem de vender armas a Taiwan", afirmou o porta-voz do ministério chinês das Relações Exteriores, Qin Gang.

O porta-voz fez a declaração ao ser questionado sobre as futuras relações entre Estados Unidos e China depois da vitória de Obama na eleição presidencial.

O princípio de "uma só China" se refere a apenas um Estado que inclui o território continental e Taiwan, separadas desde o fim da Guerra Civil em 1949.

frb-ph/fp

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG