superatletas - Mundo - iG" /

China nega uso de células-tronco para criação de superatletas

Pequim, 25 jul (EFE).- As autoridades sanitárias chinesas negaram que estejam utilizando tratamentos baseados nas células-tronco para melhorar o rendimento de seus atletas, assinalou a agência oficial Xinhua.

EFE |

Um porta-voz do Ministério da Saúde chinês negou estas acusações, que surgiram em uma emissora de TV da Alemanha, assegurando que na China "as instituições médicas nunca foram autorizadas a oferecer aos atletas tratamento de células-tronco".

A fonte oficial acrescentou que qualquer médico ou instituição que levasse realizasse tal atividade seria punido.

O Ministério da Saúde destacou também o compromisso da China contra o doping, indicando que nos últimos dois anos o país lançou campanhas que levaram a punições de 23 companhias que se dedicavam à venda destas substâncias.

Também foram localizadas e fechadas 321 páginas de internet dedicadas à venda deste tipo de substâncias dopantes.

Apesar destes esforços, nas últimas semanas as autoridades chinesas descobriram nove casos de doping em atletas nacionais, entre eles três que tinham possibilidade de participar dos Jogos de Pequim. EFE abc/mh

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG